outros linx











UNI)versi(DADE





s o/a ciedade





REV e/o l a/u ÇÃO




conf o/i rmação



alimentação





o alvo se flechou





somos
sonhos



crepúsculo

so(ua


clown

baralho 
de fora 
da carta



top



o ser é lap



psicúlogia


freud é pica !



silêncio



co-ruído



pandora



a esperança é a última do pote




a nova já era
ou será?



inconducional


amor não tem condição



ainda é cedo
sedução



orgônio



ORGA(ni)SMO



o resto
é eco



é de coração
ou decoração
?



acossada



a corsa
desacorçoa?



conto enfadonho


era uma vez
um final feliz




o ano todo
minha estação
é rodoviária



DeuS

do lado
de dentro



tibet


darma
drama



enfrente
ou
atrasa



disperse

"despir-se"
_diz peirce



louco

motiva
vomita





nessa primavera
ipê de flor amarela
senta-se no chão





entre
e
sinta-se



deleite



doce dente
me orientando



bip.lar



_ da vermelha ou da azul ?
_ uma de cada, fazendo o favor !..



ARQUiDÉIA

OR KILL
OR DIE
!





na flauta dos sentidos
sopre outros tons
(6°..7°...)



poéti K

ARISTOTEM
&
aristontos



noite

assim como a lua
a gente se disfarça
e assume uma face



o entregador de flores
perdeu o seu botão
num mar de rosas



novela mexicana

eterno
terreno
retorno



sentimentos

as coisas sem
sentido
são pra ser
sentidas



amorozidades


cheio de poucos
a
vazio de muitos



ação degrad



DE$GRAÇA
DE GRAÇA
 
 
 

tv digital

a TVovó
fica plasma
com certas cores



g.round

o ponto g
no 1° assalto
[nocaute]



aqüalango

a vida
vadia me
invade



ultra/passagem

andando
doutro lado
da pista


cerebrilíneo

como cobra
que de pele troca
no meio delas
há de se criar patas



2 contos de réis

a coroa
não deu
a cara
a cara
não deu
a coroa



íntima...ação

querido diário

.riosidade
mata


.ide do seu


que eu
.ido do meu